Suspensão de aulas no Rio Grande do Norte é prorrogada até o dia 6 de julho

Decreto do Governo do Estado mantém a suspensão de aulas presenciais em razão da pandemia do novo coronavírus. Pelo novo decreto, atividades devem ser retomadas em 6 de julho. Prefeitura de Mossoró também devem prorrogar a suspensão das aulas

Suspensão de aulas no Rio Grande do Norte é prorrogada até o dia 6 de julho
Crédito da foto: Ilustração/Salas de aulas continuam sem atividades

A suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas e privadas do Rio Grande do Norte, que terminaria neste domingo, 31, foi prorrogado até o dia 6 de julho. O decreto estadual número 29.725, assinado pela governadora Fátima Bezerra (PT), foi publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado, 30.

O município de Mossoró também deve prorrogar a suspensão das aulas presenciais. O prazo para retorno, conforme o último decreto assinado pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP), é segunda-feira, 1º de junho, mas esse prazo será prorrogado para julho, dada a situação da pandemia do novo coronavírus que continua exigindo medidas restritivas.

De acordo com o novo decreto, as atividades presenciais permanecem suspensas no âmbito dos ensinos infantil, fundamental, médio, superior, técnico e profissionalizante.

O decreto autoriza a Secretaria Estadual da Educação a antecipar o recesso escolar (compreendido no período de 24 de junho a 6 de julho), mediante diálogo com o Conselho Estadual de Educação (CEE).

"Seguiremos observando as orientações da Governadora e da Secretaria de Saúde do RN, esperando uma melhora no quadro [da pandemia] que estamos enfrentando”, explicou o secretário estadual de Educação, Getúlio Marques.

DEFATO.COM