quarta-feira, 25 de julho de 2012

TITULAR DA (DEICOR) DÁ COLETIVA SOBRE O FIM DO SEQUESTRO

Dr.Sheila titular da DEICOR durante a coletiva


Revelações surpreendentes sobre o sequestro do jovem Popó Porcino foram dadas pela delegada Sheila Freitas, da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), durante coletiva à imprensa.
A primeira delas foi a confirmação de que o filho de um coronel da Polícia Militar do Estado do Ceará fazia parte da quadrilha que praticou o sequestrou, mas ela pondera sob sua participação como líder e confirma mais de um cativeiro.
“A quadrilha montou mais de um cativeiro e é muito cedo para dizer que o filho do coronel da PM do Ceará era o líder. Ele fazia parte. O primeiro cativeiro foi em Parnamirim”, disse.
Outra novidade foi a quantidade de integrantes da quadrilha. Na verdade, eles eram cinco e não quatro. As informações oficiais ainda dão conta que é um morto, um hospitalizado e três presos.Os sequestradores mantiveram-no acorrentado e com máscaras. Provavelmente para não conseguir fugir e para não identifica-los.Todo o material foi apreendido pela polícia durante a ação que libertou o jovem do cativeiro e terminou com a prisão do bando.
“Os sequestradores ameaçavam Popó dizendo que se a Polícia chegasse lá, eles o matariam, tempo todo acorrentado”, revelou a delegada Sheila Freitas, da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR).

Mascaras usadas pela vítima
Correntes usadas para prender a vítima
Radios,notbook e celulares usados pelos bandidos para pegar informações

Fonte: Itau News