quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Cidade Junina custou ‘exatos’ 7 milhões de reais à prefeitura

O vereador Genilson Alves (PMN) utilizou a tribuna da Câmara Municipal de Mossoró, nesta quarta-feira (21), para outra vez deixar claro, que a bancada de oposição não é contra o Mossoró Cidade Junina (MCJ), mas discorda do formato do evento, completamente financiado pelo contribuinte mossoroense.
Ofício garante que foram investidos exatamente R$ 7 milhões, nem menos ou mais, de dinheiro público (Foto: reprodução)
“O Município precisa fazer uma Parceria Público Privada (PPA). Dos R$ 7 milhões que a Prefeitura diz ter investido no evento deste ano, se a metade desse valor tivesse sido bancado pela iniciativa privada, R$ 3,5 milhões poderiam ter sido aplicados em medicamentos para as UPAs”, observa.
Depois de muito cobrar um relatório financeiro da festa, neste ano, ele recebeu ofício atestando investimento de exatos R$ 7 milhões. Nem um centavo a mais ou menos. Até então, eram escassas e imprecisas informações sobre valores.
Na última segunda-feira (19), a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) antecipou algumas atrações e esboço do planejamento para a versão 2020 do MCJ (veja AQUI).