JOSÉ EUGÊNIO DE FREITAS LUNGUINHO73699942449 - CNPJ/MF Nº 33.846.695/0001-86

sábado, 7 de setembro de 2019

CORONEL JOÃO PESSOA: HERDEIROS POLÍTICOS E ILUSTRE DESCONHECIDO DA POLÍTICA, DEVEM PLEITEAR 2020

O pequeno e hospitaleiro município de Coronel João Pessoa, encravado entre São Miguel e Venha-Ver, na "tromba do elefante", vive um momento inusitado na política, no que tange 2020.
Entre os principais postulantes a cadeira maior responsável por guiar os rumos do município, quatro nomes são ventilados, onde três são "herdeiros" políticos de seus pais.
O ex-prefeito Francisco Alves da Costa, "Pachica", deve pavimentar o caminho político de um de seus filhos. Mykatson e Mytsa Karla devem compor chapa majoritária. Faltando somente definir quais dos dois e em que posição. Se cabeça de chapa ou como vice. Já o ex-candidato a prefeito em 2016 e filho do célebre ex-prefeito Antônio Emídio de Souza, conhecido "Neci", (in memorian), Raimundo Nascimento de Souza, "Mundinho", tem na figura de seu filho, Kenelly, popularmente conhecido por "Kenin", um trunfo para endossar uma ou outra chapa majoritária.
Correndo por fora, o empresário Eliano Nogueira, cidadão que saiu da Vila caldeirão e ganhou a vida em terras paulistas, comenta-se, poderá disputar o embate de outubro do ano vindouro. Ou seja, possivelmente teremos uma interessante concorrência pelo executivo pessoense, com "atores" totalmente novos, sem nunca terem disputado cargo eletivo.
Já no que diz respeito ao prefeito Antônio Lopes, informações dão conta que não faz parte dos seus planos, enfrentar novamente as urnas, mesmo sendo-lhe um direito constitucional.
Coronel João Pessoa tem 3.756 eleitores e nas duas últimas eleições, contabilizou-se crescimento em abstenções. Em 2016, o índice de abstenção foi de 19,61% e em 2018 este percentual atingiu 20,42%.