JOSÉ EUGÊNIO DE FREITAS LUNGUINHO73699942449 - CNPJ/MF Nº 33.846.695/0001-86

domingo, 8 de setembro de 2019

TRE/RN é escolhido o mais transparente do Brasil e prêmio será entregue ao presidente Glauber Rêgo na terça-feira

O desembargador Glauber Rêgo vai a Brasília para receber, na terça-feira, o prêmio de 1º colocado para o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, por ter conquistado durante sua gestão como presidente, o primeiro lugar no Ranking da Transparência entre os tribunais de todos os seguimentos da Justiça brasileira.
Quem apontou essa posição foi o Conselho Nacional de Justiça e o prêmio será entregue pelo presidente Dias Toffoli.
“Com o comprometimento dos servidores do TRE-RN, estivemos incansavelmente buscando o aperfeiçoamento e conseguimos atender aos critérios definidos pelo CNJ. A Justiça Eleitoral, em especial, lida diretamente com a classe política, então ter alcançado o primeiro lugar no critério de transparência é importante para que sejamos exemplo de trabalho com a verdade e com a abertura ao cidadão”, destacou Glauber.
Em
Em examente um ano de gestão, o magistrado segue a meta estabelecidas por ele de garantir a transparência de todas as informações da justiça especializada.
“Ao chegar ao TRE-RN, meu compromisso foi buscar a verdade no dia a dia de trabalho. E isso implica ser transparente no que se refere à administração, às despesas, às decisões tomadas, à comunicação com o público externo, dentre tantos outros aspectos”, ressaltou.
O primeiro lugar no ranking significa para o tribunal a melhoria na comunicação com o cidadão, através da divulgação do maior número de dados quanto à aplicação de recursos públicos nas áreas de aquisição de bens e pessoal, ordenados para garantir êxito na compreensão.
“Alcançamos o nível de excelência quanto ao cumprimento do princípio da publicidade na administração pública. Houve um esforço conjunto de todas as unidades do Tribunal no sentido de atender aos requisitos propostos pelo Conselho e, assim, tornar a nossa página da internet a mais transparente possível, com vistas a uma melhor prestação de serviço à sociedade”, explicou a diretora geral do TRE-RN, Simone Mello.

THAYSA GALVÃO