ESPORTE

Os Reis vão à final: Real vira contra o City com show de Rodrygo e pega o Liverpool

Publicada em 04/05/22 às 19:54h

por Blog Eugênio Freitas


Compartilhe
Compartilhar a notícia Os Reis vão à final: Real vira contra o City com show de Rodrygo e pega o Liverpool  Compartilhar a notícia Os Reis vão à final: Real vira contra o City com show de Rodrygo e pega o Liverpool  Compartilhar a notícia Os Reis vão à final: Real vira contra o City com show de Rodrygo e pega o Liverpool

Link da Notícia:

Os Reis vão à final: Real vira contra o City com show de Rodrygo e pega o Liverpool
 (Foto: Rodrygo sobe para fazer o segundo gol do Real Madrid (Foto: Sergio Pérez/EFE))

GLOBO ESPORTE

Brasileiro entra no segundo tempo, faz dois gols nos acréscimos, e Benzema garante vaga na prorrogação. Time espanhol chega à sua 17ª decisão de Champions


Resumão

Quem é Rei não desiste nunca. Tudo pode mudar em fração de minutos. Como um raio. Pois o Real Madrid usou o seu Rayo, Rodrygo, para mais uma virada incrível em sua épica campanha na atual Liga dos Campeões. Com dois gols do brasileiro nos acréscimos do segundo tempo, o time espanhol venceu o Manchester City por 3 a 1, na prorrogação, e vai decidir a Champions com o Liverpool. O time merengue vai para sua 17ª decisão e tenta o 14º título. É recorde atrás de recorde.


MAIS UMA NOITE MÁGICA

Como sempre, a torcida do Real Madrid avisou: "Outra noite mágica dos Reis da Europa". Assim foi contra o PSG. Contra o Chelsea. E contra o Manchester City. O Real Madrid ficou sem acertar o gol de Ederson até os 45 minutos do segundo tempo. E saiu com a vaga nas mãos. O time merengue até criou chances na primeira etapa, em cabeceio de Benzema e cobrança de falta de Kroos. Os ingleses foram melhores e assustaram com Bernardo Silva e Gabriel Jesus.

Na volta do intervalo, o Real surpreendeu com uma saída rápida de bola, mas Vini Jr desperdiçou chance, após cruzamento de Carvajal da direita. O City controlou o jogo e foi paciente. Guardiola se deu ao luxo até de sacar De Bruyne. Pouco depois, colocou um pé na final, com Mahrez, em lindo chute da ponta direita da área, aos 27. Aos 41, Mendy salvou em cima da linha um chute de Grealish que seria o 2 x 0 e vaga carimbada. Mas os Reis da Europa nunca desistem.

Aos 45, Rodrygo, que havia entrado aos 22 minutos, começou seu show. O empate veio após Benzema escorar da esquerda, e o brasileiro mandar para o gol. A virada chegou dois minutos depois. Carvajal cruzou da direita, e o jovem ex-Santos acertou lindo cabeceio. O Bernabéu explodiu, e a decisão foi para a prorrogação. Aos dois minutos do primeiro tempo adicional, Benzema sofreu pênalti. Ele converteu e garantiu mais uma virada épica para o Real Madrid: 3 a 1.



QUANDO É A FINAL?

Real Madrid e Liverpool decidem a Liga dos Campeões no próximo dia 28 de maio, no Stade de France, em Saint-Denis, nos arredores de Paris. As duas equipes reeditam a final de 2018, quando o time espanhol levou a melhor. O Manchester City cai e agora foca na disputa do título na Premier League. O Real vai à sua 17ª final na história e tenta o 14º título. É recordista absoluto e parece cada vez mais inalcançável. 

SEGURA O RAIO!

Rodrygo tem apenas oito gols na temporada. Mas escolheu bem quando fazê-los. Depois de decidir contra o Chelsea, com o gol que garantiu a prorrogação, ele foi essencial na virada contra o City. Entrou aos 22 do segundo tempo e se tornou no primeiro jogador da história com dois gols nos acréscimos da etapa complementar em um jogo de mata-mata de Champions. São 10 gols e seis assistências em 26 jogos pela competição. Ele adora o torneio.

MAIS UM RECORDE PARA ANCELOTTIDepois de tornar-se no primeiro técnico a ganhar as cinco grandes ligas da Europa, Carlo Ancelotti obteve mais um recorde. O italiano chegou à sua quinta decisão e se isolou como treinador com mais finais de Champions na história. E mais: se ele ganhar, vai ser o técnico com mais títulos da Liga dos Campeões, com quatro. 

BOLA DE OURO VEM AÍ?Achou que não teria Benzema? O francês deu a assistência para o primeiro gol de Rodrygo, sofreu o pênalti e o converteu na prorrogação. Ele chegou aos 15 gols na atual edição da Champions e está a dois do recorde de Cristiano Ronaldo, de 2013/14, como maior goleador de uma única edição. Com o gol desta quarta, ele chegou a 10 no mata-mata da temporada e igualou CR7, com mais gols na fase decisiva de uma mesma temporada. FIM DO SONHOPep Guardiola tentava chegar à sua quarta decisão. Mas obteve outra marca expressiva. Negativa. Ele perdeu sua sexta semifinal e empatou com José Mourinho, como treinador com mais eliminações nessa fase na história. O Manchester City adia em mais um ano o seu sonho de alcançar o título inédito da Champions. Assim como em 2016, cai na semifinal. A única vez que esteve na decisão foi na temporada passada, quando foi vice para o Chelsea.




  • ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

    Deixe seu comentário!

    Nome
    Email
    Comentário


    Insira os caracteres no campo abaixo:








    Nosso Whatsapp

     (84) 9.9904-0161

    Visitas: 248670
    Usuários Online: 26
    Copyright (c) 2022 - Blog Eugênio Freitas - FELIZ 2022!