Número de casos ativos de covid-19 na Itália segue em queda

Número de casos ativos de covid-19 na Itália segue em queda
Foto: Manuel Silvestri/Reuters

A Itália contabilizou nesta sexta-feira (1º) mais 269 mortes em decorrência da covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, elevando o total para 28.236, segundo dados apresentados pela agência de Defesa Civil do país.

De acordo com os dados oficiais, os casos considerados ativos são 100.943, o que indica uma redução de 608 na comparação com ontem, o que vai reduzindo a pressão no sistema de saúde.

Ao todo, 17.569 pessoas estão internadas em hospitais do país, sendo que 1.578 estão em unidades de terapia intensiva. A grande maioria dos diagnosticados com covid-19, 81.798, estão em casa, cumprindo período de isolamento.

De ontem para hoje, o número de casos subiu em 1.965, para um total de 207.428, o que confirma a tendência de baixa na curva de contágios na Itália.

O número de pessoas que se curaram chegou a 78.249, 2.304 a mais do que ontem.

A região mais afetada segue sendo a Lombardia, epicentro da pandemia no país, com 76.469 casos de infecção e 13.860 mortes.

No momento, a principal atenção é para a região do Piemonte, que desde 25 de abril se tornou a segunda mais impactada no território italiano, superando a Emiglia-Romana.

Com os dados apresentados, o país prepara a abertura gradual das atividades a partir desta segunda-feira, quando voltarão a funcionar os setores de manufaturas e construção.

A população seguirá confinada, embora as pessoas possam sair para visitar familiares ou praticar esportes. Em 18 de maio, reabrirão museus, bibliotecas, pequenos estabelecimentos comerciais.

Já em 1º de junho, o plano é que voltem ao funcionamento bares, restaurantes, salões de beleza e barbearias, sempre atendendo clientes que usem máscaras e respeitando normas de distanciamento social.

R7