noticias313 Seja bem vindo ao nosso site Eugênio Freitas!

ESPORTE

POTIGUAR THALITA SIMPLÍCIO VENCE RIVAL CHINESA E CONQUISTA O TRICAMPEONATO MUNDIAL NOS 400M NO JAPÃO

Publicada em 20/05/24 às 11:45h

Eugênio Freitas


Compartilhe
Compartilhar a noticia POTIGUAR THALITA SIMPLÍCIO VENCE RIVAL CHINESA E CONQUISTA O TRICAMPEONATO MUNDIAL NOS 400M NO JAPÃO  Compartilhar a noticia POTIGUAR THALITA SIMPLÍCIO VENCE RIVAL CHINESA E CONQUISTA O TRICAMPEONATO MUNDIAL NOS 400M NO JAPÃO  Compartilhar a noticia POTIGUAR THALITA SIMPLÍCIO VENCE RIVAL CHINESA E CONQUISTA O TRICAMPEONATO MUNDIAL NOS 400M NO JAPÃO

Link da Notícia:

POTIGUAR THALITA SIMPLÍCIO VENCE RIVAL CHINESA E CONQUISTA O TRICAMPEONATO MUNDIAL NOS 400M NO JAPÃO
 (Foto: Terra)

A potiguar Thalita Simplício venceu novamente sua disputa contra a chinesa Cuiqing Liu na prova dos 400m da classe T11 (deficiência visual) e conquistou o tricampeonato mundial na manhã deste domingo (no Brasil), 19, em Kobe, no Japão, onde acontece o Campeonato Mundial de atletismo até o próximo dia 25.

Thalita, que teve um glaucoma congênito, trava boas disputas com a chinesa, que é a atual recordista mundial da prova, desde os Jogos de Tóquio 2020, quando Thalita acabou sendo desclassificada ao cruzar a linha de chegada. Em Kobe, a velocista de Natal superou a pista molhada por causa da chuva na cidade japonesa e finalizou a distância em primeiro lugar, com 57s45, seu melhor tempo na temporada.

Foi seu terceiro título mundial após as vitórias em Paris 2023 e Dubai 2019 e chegou ao seu sétimo pódio em Mundiais no total, sendo três ouros, uma prata e três bronzes. A rival asiática chegou na segunda colocação, com 58s32, e Lahja Ishitile, da Namíbia, completou o pódio com 58s37.

“Na chegada, travei muito no final. Ainda bem que caí depois da linha de chegada. Doeu muito esses 400m. Sabíamos que as adversárias queriam me superar. Mas conseguimos fazer uma boa prova no geral”, avaliou Thalita.

“Passou um filme na cabeça, estava chovendo aqui no Japão, igual ao cenário que competimos nos Jogos de Tóquio. No começo da prova, estava toda hora tentando esconder a guia para não molhar, pois foi isso que nos prejudicou na prova daquela vez, quando a guia escorregou da nossa mão”, recordou.

O país terminou o dia no Japão somando 14 pódios, sendo oito ouros, quatro pratas e dois bronzes, na segunda colocação. A líder China tem dois ouros a mais do que os brasileiros, além de oito pratas e oito bronzes.

Com informações de Terra

CN POLÍCIA




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (84) 9.9904-0161

Visitas: 637816
Usuários Online: 3
Copyright (c) 2024 - Eugênio Freitas - FELIZ 2022!